BlogBlogs.Com.Br

domingo, 2 de março de 2008

Pêlo Curto Brasileiro, o gato tupiniquim



Ele é o popular gato de rua, habitante de nossos telhados, praças e jardins.O Gato Pêlo Curto Brasileiro ou Brazilian Shorthair Cat é o primeiro gato brasileiro reconhecido internacionalmente como raça pelo World Cat Federation em 1998.

Tudo começou em 1985, graças à idéia do criador Paulo Ruschi, na época presidente da Federação. Seu projeto teve como base o trabalho realizado por ingleses e americanos que transformaram gatos de rua em gatos de raça, surgindo, assim, o British Shorthair (Britânico de Pêlo Curto) e o American Shorthair (Americano de Pêlo Curto); e na observação de que o nosso gato tinha tipologia típica, merecendo, portanto, reconhecimento e seu próprio padrão rácico.

No Brasil, desenvolveu seu próprio padrão, pelo qual não é mais enquadrado na categoria Keltic Shorthair. O pêlo é bem deitado junto ao corpo, cabeça e orelhas de tamanho médio, proporcionais a largura da base, bem colocadas. Os olhos ligeiramente oblíquos e o nariz da mesma largura da base até à ponta. Peito largo, pernas de tamanho médio e patas arredondadas, também de tamanho médio.Devido à sua docilidade, espírito brincalhão, confiabilidade, esperteza, inteligência e agilidade, além de excelente temperamento e comportamento, tem cada dia encantado mais pessoas.

Começava então, no mesmo ano, a batalha. Comissões de três a quatro criadores, que se entusiasmaram com o projeto, foram organizadas para analisar as características em comum de nossos bichanos e estabelecer um padrão para eles. Em uma pesquisa desenvolvida no Ceará, Rio de Janeiro e Porto Alegre foram cadastrados cerca de 40 gatos. Os criadores percorreram as ruas e relataram em súmulas o tipo dos gatos: forma do corpo, cabeça, patas, nariz, focinho, pelagem, olhos, cauda...

Trata-se de uma raça relativamente nova, com 14 anos de existência. Mas que vem conquistando inúmeras pessoas no Brasil e Exterior. Foi idealizada pelo Paulo Ruschi, juiz internacional e vice-presidente da WCF - World Cat Federation - que a vem divulgando em todos os países onde é convidado a julgar.

O Pêlo Curto Brasileiro é originário dos gatos aqui introduzidos pelos europeus por ocasião da colonização do país.

Como se trata de uma raça que surgiu de animais selecionados das ruas, como tantas outras começaram, muita gente desavisada ou de má fé, acha que qualquer vira-lata se trata de um pelo curto brasileiro, sendo que isto esta muito longe da verdade, já que o pelo curto brasileiro obedece a um padrão internacional. Uma coisa muito importante na hora de adquirir um exemplar é ver se este possui pedigree, e se neste vem escrito PÊLO CURTO BRASILEIRO, pois tem gente vendendo gatos dizendo ser da raça, mas que no pedigree consta brasileiro, brasileirinho, brasileiro pelo curto etc... Sendo que este não tem validade e conseqüentemente não se tratam da raça original aprovada internacionalmente(Apesar disso, prefiro adotar todos os gatos que eu tenho).Haveria nos gatos de rua do Brasil potencial para o desenvolvimento de uma raça felina nacional?

O Pêlo Curto Brasileiro, se não for criado profissionalmente, pode se extinguir. "Ocorre uma mestiçagem indiscriminada tanto nas ruas como dentro de casa, pois muitos donos de um exemplar desta raça cruzam-na com gatos "peludinhos", julgando assim valorizar os filhotes".Preservar este gato, procurando melhorar sempre o seu tipo,é uma das metas dos criadores.É o gato que estamos acostumados a ver aqui no Brasil, então, vamos torcer pelo seu reconhecimento.

Engana-se redondamente quem pensa que o gato Pêlo Curto Brasileiro é um vira-lata ou um felino desqualificado. O fato dessa raça ter seus ancestrais oriundos das ruas poderia ser um defeito, mas nesse caso tornou-se uma vantagem.

Fisicamente, além do característico pêlo curto e sedoso, esse gato de porte médio tem os olhos arredondados, orelhas grandes e rabo de tamanho médio a longo. O aspecto é o de um gato elegante.

Padrão da raça:

corpo forte, médio, nem compacto, nem esbelto; peito forte, largo e redondo;

pernas médias e fortes, bem separadas no peito; cauda média, grossa na base, afinando até a ponta arredondada;

cabeça média, ligeiramente mais comprida que larga; nariz médio;

sem Sto. e com a mesma largura em todo o comprimento e uma pequena curvatura na base;

queixo forte e um pouco pronunciado;

orelhas médias, arredondadas na ponta, muitas vezes com tufos e inseridas bem separadas e de altura igual à largura da base;

olhos bem abertos e redondos, ligeiramente oblíquos e amendoados, distantes entre si, verdes e amarelos nos gatos Prateados (chamados de Silvers), azuis ou um de cada cor nos gatos brancos e nos demais, olhos em tons de amarelo ao cobre;

pelagem sedosa, curta, densa, deitada junto ao corpo e aceita em todas as cores.

Fontes:

Animal World

Família Pet

Wikipédia

PETBRAZIL

MyPet

CFB- Confederação de Felinos do Brasil

Um comentário:

Anônimo disse...

Your style is really unique in comparison to other people
I have read stuff from. I appreciate you for posting
when you have the opportunity, Guess I'll just bookmark this blog.

Also visit my web blog; Cosima revival review